BraZil para brasileiro ver…

Francisco Arlindo Alves

Dois comentários sobre fatos e acontecimentos do Brasil, repercutindo lá nos domínios do Obama:

1- Estados Unidos importam táticas do MST. O escritor Bruce Sterling mostra como sindicatos de indústrias em Chicago enfrentam a crise econômica se inspirando em estratégias do MST brasileiro e outros movimentos latino-americanos. Com abordagens de ocupação do polos produtivos que impedem que as industrias fechem, os trabalhadores já tem conseguido negociar o recebimento de dívidas trabalhistas, reativar as atividades ou buscar novos compradores para a empresa falida. Estas práticas tem contado com aprovação pelo público em geral e recebido apoio e doações de todo país. ( Neste aspecto, é bem ao contrário do que acontece no Brasil, onde se privilegia a propriedade, ao invés da produção ).

Confira em:  Worker Occupation in the USA

2- Existe uma cultura do pistolão virtual nos incentivos fiscais a cultura? (lei Rouanet). O que a Rede Globo faz é uma apropriação e doutrinação da cultura popular? Site Overmundo, telecentros e novas mídias no país promovem a democratização? Tudo isso é comentado pelo teórico do P2P, o belga Michel Bauwens, que revela suas primeiras impressões do livro do estudioso brasilianista americano Brian McCann : Throes of Democracy: Brazil since 1989

Confira em: A book on Brazil’s digital culture

Tags: ,